12 de julho: Dia da Aspirante e recordação do aniversário de Madre Escolástica

O dia 12 de julho é marcado para a Pia Discípula do Divino Mestre porque recorda-se o dia do nascimento de Irmã Maria Escolástica - Úrsula Rivata, primeira Madre das Pias Discípulas do Divino Mestre. Ela nasceu em Guarene (CN), Itália, a 12 de julho de 1897.

Como ela foi a primeira Pia Discípula, recordamos também o Dia da Aspirante ou Pré- Postulante. O que é aspirante ou pré-postulante? É a primeira etapa de formação na vida religiosa. Nesta etapa, a jovem ingressa em uma comunidade formativa e continua o seu processo de discernimento, de forma acompanhada e direcionada para o carisma da Pia Discípula. A jovem participa de formação interna em todos os níveis, ajudando assim a purificar seu desejo e procura para a vida religiosa, em especial no carisma da Pia Discípula.

Aspirantes Pddm 2017

Aspirantes Pddm | 2017: Indyanara e Olga

Quem foi Madre Escolástica?

Foi uma jovem atenta a voz de Deus, na sua história.

Com vinte anos, Úrsula, seu nome de batismo, compreende que o único tesouro pelo qual vale a pena entregar a própria vida é o Senhor, declarando-Lhe o seu amor incondicional: "Senhor, só Tu, e basta!", que traduzirá no quotidiano, na fidelidade para sempre, "na alegria e na tristeza, na saúde e na doença"... O beato padre Tiago Alberione, depois da sua entrada na Família Paulista, em Alba, dando-lhe o nome de Irmã Escolástica - que significa discípula - em 1924, escolhe-a como sua colaboradora para dar vida à Congregação das Irmãs Pias Discípulas do Divino Mestre.

Uma mulher sem licenciaturas ou diplomas, mas com a sabedoria de quem bebe diariamente na fonte da Eucaristia e da Palavra de Deus, dá o exemplo em tudo e emprega as suas melhores energias para formar as primeiras gerações na missão específica da Congregação comunicando com alegre entusiasmo a beleza e a fecundidade do apostolado. Madre Escolástica, com o coração aberto ao mundo inteiro e compreendendo a linguagem dos jovens, faz-se próxima com amor de apóstola a cada desejo e alegria dos homens e mulheres de todos os continentes, inclusivamente através do jornal que muitas vezes trazia debaixo do braço, para a todos apresentar na adoração Eucarística ao Mestre Divino. Sabe escutar todos, irmãos e irmãs. Vive um estilo de vida silencioso e escondido, mas sempre com o tom de "mulher de comunicação", aberta ao presente do seu tempo e construtora do futuro.

Morreu em Sanfrè (CN) a 24 de março de 1987.

No dia 9 de dezembro de 2013, com a promulgação do decreto sobre as virtudes heróicas, é declarada venerável.

Clique aqui e baixe em pdf uma BIOGRAFIA DE MADRE ESCOLÁSTIA




Galeria


Veja Também

A Comissão Episcopal Pastoral para Liturgia da CNBB através do setor de Espa&cced ...

Saiba Mais
PUC de Curitiba acolhe o 11º Encontro Nacional de Arquitetura e Arte Sacra

PUC de Curitiba acolhe o 11º Encontro Nacional de Arquitetura e Arte Sacra

Maria é o centro de reflexão proposta para a 31ª Semana de Liturgia. O evento pro ...

Saiba Mais
Maria é o centro de reflexão proposta para a 31ª Semana de Liturgia

Maria é o centro de reflexão proposta para a 31ª Semana de Liturgia

Área restrita




Todos Direitos Reservados 2017