2ª Sessão do 3° Capítulo Provincial das Irmãs Pias Discípulas do Divino Mestre

De 8 a 13 de agosto, na Comunidade Jardim Divino Mestre de Cabreúva, SP, as irmãs reuniram-se para a 2ª Sessão do 3° Capítulo Provincial. Após o Capítulo Geral realizado em maio deste ano em Roma, Itália, as capitulares, Ir. Veronice Fernandes, Ir. Dilza Pacheco e Ir. Laíde Sonda, repassaram as decisões e propostas do capítulo, condividindo com o Capítulo Provincial.

A partir do Capítulo Geral, as irmãs assumiram algumas prioridades para a caminhada da Província no próximo sexênio.

 

2ª Sessão do 3° Capítulo Provincial: Caminho de fé e esperança

 

“Não dá mais para voltar, o barco está em alto mar, não dá para negar,
o mar é Deus e o barco sou eu.”

As Irmãs Discípulas reuniram-se na Comunidade Divino Mestre de Cabreúva dia 08 de agosto de 2017 iniciando a segunda sessão do 3º Capítulo Provincial: “Vinho novo em odres novos”. A celebração Eucarística foi presidida pelo padre José Carlos de Freitas Junior, Paulino que recordou o projeto unitário de Família Paulina, viver e comunicar Jesus Mestre e Pastor frente aos desafios atuais.

Ir. Veronice Fernandes fez a abertura capitular, acolhendo a todas as participantes com a lembrança do objetivo desta segunda sessão do Capítulo que é a transmissão e aplicação das orientações do Capitulo Geral a nível de Circunscrição (cf. Diretório 93.1) e conforme explicita nosso Estatuto: “A assembleia capitular acolhe e reflete as conclusões do Capítulo geral. Decide em ordem ao Planejamento da Província e programa as fases de transmissão e de aplicação do Capítulo Geral” (93.1).

Ir. Veronice Fernandes ainda apresentou a equipe de redação do texto final: Ir. Kelly Silva de Oliveira, Ir. Penha Carpanedo e Ir. Luciana Tonon, criada para esta 2ª sessão do Capítulo. Ir. Laíde Inês Sonda assumiu a função de moderadora, juntamente com Ir. Dilza Pacheco da Costa.

No segundo dia, 09 de agosto de 2017, a assembleia capitular juntamente com a comunidade, reuniu-se para a celebração Eucarística presidida pelo padre Alberto Simionato, membro do clero da Diocese de Jundiaí - SP.  Logo após, na sala capitular, com a invocação do Espírito Santo: “Vem Ó Santo Espírito” deu-se início a análise de conjuntura por Francisco Whitaker, cristão atuante, arquiteto, político e ativista social brasileiro. Ele discorreu sobre a sua experiência de vida, atuação política e social, assim como a influência que os diferentes sistemas econômicos exercem hoje sobre a humanidade.
Ir. Laíde Inês Sonda deu sequência as atividades da tarde encaminhando para o trabalho de grupo: a partir da escuta da realidade (sócio-política-econômica-eclesial, pistas de discernimento, conferência de Enzo Biemi e Micaela Monetti), quais as provocações para a nossa vida e missão? Foi retomado as atividades na sala capitular com a plenária do trabalho feito nos grupos. As palavras chaves que iluminaram a nossa vida e missão foram: Formação, (Re) iniciação, Saída e Comunhão – transformação. Para concluir esta jornada de escuta e reflexão, as capitulares foram convidadas a dedicar um tempo maior à oração. O dia encerrou-se com a celebração do ofício de vésperas, juntamente com as irmãs da Comunidade Divino Mestre.

No dia 10 de agosto, a assembleia capitular juntamente com as comunidades Divino Mestre e Nazaré (Postulado), reuniu-se para a celebração do Ofício Divino das Comunidades. Este dia foi dedicado à oração. Quem assessorou este dia foi Dom Emanuelle Bargellini, monge Camaldolense. Em sua colocação inicial, ele ressaltou que o tempo do capítulo é ocasião de um novo lançar-se na fidelidade ao carisma. Isto se dá no processo de escuta do Espírito para a atualização do mesmo em cada contexto. Após a colocação, a assembleia foi motivada para um tempo de oração pessoal com textos de São Gregório Magno (Transformados e guiados pelo Espírito Santo), O. Clement (A força da Ressurreição transforma) e Dom Benedetto Calati (O Sacramento da amizade).

Na parte da tarde Dom Emanuelle Bargellini continuou sua colocação da qual destacamos a menção às falas do Papa Francisco e da Ir. Micaela Monetti, por ocasião do Capítulo Geral. Nestas sobressaiu a importância do apostolado da escuta: ouvir as pessoas, homens e mulheres de hoje. E ainda que quem se disponibiliza a estar ao serviço do Senhor precisa ser como argila nas mãos do Oleiro. O Senhor é o Oleiro e nós precisamos ser o material disponível. O Apóstolo Paulo nos ensina que todos, podemos ser transformados pela ação do Senhor por meio do Espírito. Após o momento de oração pessoal, às 17h45min houve a celebração eucarística presidida pelo Dom Emanuelle Bargellini.

Hoje, dia 11 de agosto de 2017, a assembleia capitular juntamente com as comunidades Divino Mestre e Nazaré (Postulado), celebrou a Eucaristia presidida pelo Padre Joaquim de Souza Filho, membro do clero Diocesano de Jundiaí/SP.

Na parte da manhã, o arquiteto João Martins, apresentou o projeto de ampliação e otimização das casas presentes na cidade de São Paulo dando continuidade ao processo de repensar os nossos espaços. As capitulares apreciaram a proposta e a aprovaram de forma unânime.

Seguindo a dinâmica do Capitulo Geral, ainda na parte da manhã, foi encaminhado a formação dos grupos de trabalho para eleição do caminho da Província de 2017 a 2023: Anúncio às novas fronteiras, Rumo a um novo desenho, Justiça, paz e integridade da criação, Ir, acolher, acompanhar os jovens, Vida fraterna: profecia de alegria e esperança. Houve uma primeira escuta das ressonâncias dos grupos e após essa escuta e interação da assembleia capitular, reservou-se um tempo para a oração e reflexão. Conclui-se o dia com a oração das Vésperas agradecendo a Deus pelas luzes e esperanças que motivam a vida e a missão da nossa Província.

Dia 12 de agosto de 2017, a assembleia capitular reuniu-se nos grupos de trabalho para a Leitura Orante da liturgia do 19º domingo do tempo comum. Às 9h, na sala capitular, Ir. Veronice Fernandes convidou para oração com a invocação ao Espírito Santo em seguida encaminhou-se os trabalhos em grupo aprofundando a seguinte pergunta: Tendo em conta a prioridade assumida pelo Capítulo Provincial que é Anúncio às novas fronteiras, o que e como assumir deste chamado?

A assembleia capitular elencou as linhas de ações amadurecidas no dialogo após as apresentações dos grupos. A equipe de redação ficou responsável pela elaboração do texto final. Após um tempo de oração pessoal as capitulares se uniram às comunidades Divino Mestre e Nazaré (postulado) para a celebração das primeiras vésperas do Domingo, Dia do Senhor.

Na sequência, as comunidades Divino Mestre e Nazaré prepararam um jantar de confraternização com dinâmicas recreativas solenizando este momento de convivência, com muita alegria e criatividade.
Hoje dia 13 de agosto de 2017, dia dos pais, concluiu-se o 3º Capítulo Provincial. Agradecidas ao Senhor presente nesse itinerário, fonte de coragem para a caminhada rumo a outras margens, “nos passos de Paulo desejamos procurar novos caminhos e nova linguagem a fim de favorecer o diálogo entre Evangelho e culturas” (Ir. Micaela Monetti), as capitulares foram convidadas a avaliar o andamento de todo o capítulo.  

Encerrou-se com a celebração Eucarística presidida pelo Padre Luiz Miguel Duarte, Provincial da Pia Sociedade de São Paulo, que em sua mensagem ressaltou que é Deus que busca o ser humano. Deus toma a iniciativa e escolhe o modo desse encontro: vento impetuoso, terremoto, fogo ou caminhando sobre as águas, portanto, Deus toma a iniciativa e de nossa parte é necessário abertura de coração para o encontro com Ele e também aprendemos que Deus nos surpreende por caminhos jamais por nós pensados. Concluiu sua homilia falando da necessidade de criar uma cultura do cuidado, a partir da citação do Livro do Leonardo Boff - O livro dos elogios.

Agradecemos a todos e todas que nos acompanharam com as suas orações e se fizeram presentes com as suas comunicações. Temos a certeza de que o Senhor da vida abençoará a nossa comunhão e nos fará crescer sempre mais na unidade.

Pelas Capitulares, Ir. Ana Patrícia R. de Oliveira e Ir. Marilez Furlanetto.

 




Galeria


Veja Também

A Comissão Episcopal Pastoral para Liturgia da CNBB através do setor de Espa&cced ...

Saiba Mais
PUC de Curitiba acolhe o 11º Encontro Nacional de Arquitetura e Arte Sacra

PUC de Curitiba acolhe o 11º Encontro Nacional de Arquitetura e Arte Sacra

Maria é o centro de reflexão proposta para a 31ª Semana de Liturgia. O evento pro ...

Saiba Mais
Maria é o centro de reflexão proposta para a 31ª Semana de Liturgia

Maria é o centro de reflexão proposta para a 31ª Semana de Liturgia

Área restrita




Todos Direitos Reservados 2017