300 Anos de Aparecida

2017 é o ano que se comemora o Jubileu de 300 anos de Nossa Senhora Aparecida, que teve sua imagem encontrada no ano de 1717 por pescadores do Rio Paraíba do Sul. O Ano Mariano foi concedido a pedido da CNBB pelo Papa Francisco, e será dedicado a devoção e às comemorações em homenagem a Nossa Senhora Aparecida por todo o Brasil. No dia de Nossa Senhora Aparecida, em 12 de outubro, devotos de todos os cantos do País visitaram o Santuário, onde são realizadas celebrações, missas e manifestações em homenagem à Santa. Para saber um pouco mais sobre as comemorações, preparamos uma entrevista especial com o Padre Rodrigo Arnoso, Prefeito de Igreja do Santuário de Aparecida, um dos responsáveis pelo Jubileu dos 300 anos de Nossa Senhora Aparecida. Confira:

Vanessa - Agência Ox: A Imagem milagrosa de Nossa Senhora Aparecida foi encontrada no rio Paraíba do Sul no ano de 1717. Portanto, em 2017 o encontro da Imagem completa 300 anos. Qual a importância desta data para os católicos?

Padre Rodrigo Arnoso: ‘’Celebrar essa data, é celebrar 300 anos da ação de Deus na história de fé do povo brasileiro. Deus quis falar através da imagem de nossa senhora Aparecida, Maria, aos seus filhos e filhas, sobre a possibilidade de resgatar sua criação. O encontro daquela imagem significou um novo tempo, uma nova esperança, já que Maria representava, por ser negra, os escravos, tão maltratados. Por isso hoje, quando celebramos o encontro dessa imagem, celebramos o reencontro dessa esperança. 300 anos que alimentados na fé trabalhamos na construção de um mundo novo. Por isso esta data é muito importante para todos os católicos brasileiros, porque nos recorda que a nossa fé em Jesus Cristo nos convida a reconstruir a vida que é destruída em nossa nação de muitos modos, de recuperar o sentido da existência através desta mensagem de vida pela sua santa mãe, aquela que gerou em seu ventre, a vida em abundância para toda humanidade que é o Cristo Jesus’’.

Vanessa - Agência Ox: O Jubileu espera receber mais de 200 mil fiéis, como foi à preparação para receber esse público e celebrar o evento? Qual a sua participação?

Padre Rodrigo Arnoso: ‘’Há 5 anos o santuário começou a preparação dessa festa, fizemos a peregrinação da imagem por mais de 240 dioceses pelo Brasil. Todas as romarias que passaram pelo santuário nesse tempo jubilar foram convidadas a celebrarem a presença delas tendo como pano de fundo para a reflexão destes grupos a motivação teológica desses 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida. Fizemos amostras, congressos, publicações, enfim, muitas atividades foram promovidas para motivar o Brasil a celebrar este momento importante para nossa história de fé e devoção. E diante disso, nós tivemos que organizar muitas equipes, pois o jubileu não foi algo pensado apenas por uma pessoa, mas muitas mãos trabalharam para que pudéssemos celebrar este momento de graças e de bênçãos aqui para o Brasil. Coube a mim, estar como um dos coordenadores, um dos animadores, de todas as equipes que foram formadas para pensar e executar todas as atividades que foram distribuídas para a realização deste jubileu. E hoje, podemos contar com mais de 600 pessoas envolvidas na concretização dos festejos que irão ter seu ponto alto no dia 12 de outubro, quando celebramos aqui no Santuário, a missa solene, rendendo-se assim graças a Deus por estes 300 anos de bênçãos, 300 anos que podemos contar com a intercessão de uma mãe que está a rogar por todos seus filhos e filhas de um modo particular para os mais pobres, os mais necessitados, que não se cansam de trocar olhares com essa mãe, que comtempla cada um dos seus filhos e que com seus lábios, sorri transmitindo a esperança de Deus para os seus corações’’.

Vanessa - Agência Ox:Para o evento, foi criado um selo comemorativo, na composição do selo, estão elementos que fazem referência à religiosidade brasileira, qual significado desses elementos?

Padre Rodrigo Arnoso: ‘’O selo comemorativo é composto pela imagem de Nossa Senhora Aparecida e uma barca. A imagem nos recorda a figura daquela que é para todos nós, o modelo perfeito de vida cristã e por isso, vemos nela, aquela que nos conduz ao Cristo Jesus. Não somos pescados por Maria para ela, somos pescados para o Cristo Jesus. Isso é muito importante e é o que a imagem nos diz como mensagem. A barca nos remete aos primeiros discípulos de Jesus Cristo. Eles eram pescadores. Eram homens que se encontravam a beira do mar e Jesus foi passando e convidando esses homens a participarem da sua missão, a missão que o Pai o tinha confiado, edificar e construir o reino de Deus. Aqueles que retiraram a imagem de nossa Senhora do rio Paraíba do Sul, usavam a barca como um meio para se sustentar, através da pesca.  Então, esses elementos que se encontram, neste selo comemorativo, nos trazem uma recordação de que somos discípulos de Jesus Cristo. Por isso o grande convite de Nossa Senhora, ‘’fazei tudo o que ele vos disser’’. E o grande pedido que Cristo faz para nós é para deixarmos a mesmice, para assumirmos aquilo que é essencial, o anúncio e o serviço da sua palavra de vida e esperança’’.
 

Pe. Rodrigo Arnoso, missionário Redentorista

Vanessa - Agência Ox: Como o senhor vê toda essa devoção a Nossa senhora? Qual a importância de Maria?

Padre Rodrigo Arnoso: ‘’A devoção a Nossa Senhora é um elemento que congrega todo povo brasileiro em uma única fé, a fé em Jesus Cristo. Maria não é aquela que promove a desunião, mas sim aquela que se preocupa em criar ponte. Esta ponte é aquela que nos liga a Deus, pois Maria é toda de Deus, e por ela quer que sejamos assim como ela na presença desse senhor que a chamou um dia para ser a Mãe do salvador. A importância de Maria se dá, porque encontramos nela, uma grande catequista, uma mãe que nos ensina com carinho tudo aquilo que devemos viver para que a nossa vida seja um testemunho concreto de fé para nossos irmãos e irmãs. Por isso nós não adoramos Maria, mas com Maria adoramos a pessoa de Jesus Cristo, aquele que ela trouxe no seu ventre e aquele que depois de 9 meses, na gruta de Belém, ela apresentou para toda humanidade como nosso salvador e redentor. E ela só pode fazer isso, pois no dia que foi visitada pelo anjo Gabriel ela disse sim. E ao dizer sim, ela se tornou templo do senhor. E por isso ela foi aquela que assumiu essa missão: Apresentar Jesus Cristo a toda humanidade.  Mas como mãe ela não só apresentou, ela cuidou, para que no momento certo, Cristo pudesse assumir a missão que o Pai lhe havia confiado, e pudesse realiza-la com empenho, dedicação, consumindo sua vida na cruz para a libertação de toda a humanidade, a libertação daquilo que atrapalha todos de viverem plenamente em Deus, o pecado’’.

Vanessa - Agência Ox: Por ser um projeto pastoral, o principal objetivo é promover a evangelização. Como esse evento pode fazer com que esse movimento cresça ainda mais?

Padre Rodrigo Arnoso: ‘’Tudo aquilo que realizamos no santuário tem por finalidade a evangelização. Nosso próprio lema já diz isso ‘’acolher bem é evangelizar’’.  E fazemos isso porque Maria acolhia e ao acolher ela se colocava numa atitude de serviço na construção do reino de Deus. Por isso tudo que fazemos aqui no santuário, tudo o que foi pensado para a celebração do Jubileu, as amostras, os congressos, as visitas da imagem de Nossa Senhora, as celebrações que foram realizadas, serviram como um meio de levarmos a todos a palavra de Deus. Porque o Santuário deseja ser esse espaço, um espaço de celebração da palavra de Deus. Esta palavra que alimenta a nossa vida cristã e ilumina nossos passos, esta palavra que não é só pronunciada pelos nossos lábios, mas também pelo nosso coração, na ajuda, no amparo que damos aos nossos irmãos e irmãs. Neste tempo de Jubileu, nós aqui no Santuário, insistimos em todas as nossas pregações sobre a necessidade de termos como Maria os nossos olhos fixos na pessoa de Jesus Cristo. Por isso podemos dizer que esse projeto não vai fazer aumentar, mas vai fazer continuar uma caminhada que já estamos experimentando a muitos anos de devotos que, a partir de uma experiência que fazem de Deus, cativam outros devotos também para viverem a fé em Cristo Jesus através de Maria, aquela mãe serena, tranquila, amorosa que nos apresenta seu filho, como aquele que deve ser o centro da nossa fé, o centro do nosso existir, a razão maior de sermos uma comunidade na fé’’.

Vanessa - Agência Ox: O senhor acredita que esse evento é um passo para uma caminhada que deverá unir o Brasil ao redor de Nossa Senhora Aparecida, por laços de fé e amor?

Padre Rodrigo Arnoso: ‘’Nossa Senhora Aparecida já vem unindo o povo brasileiro há muitos anos. Pensamos que no ano que ela foi proclamada como rainha e padroeira do Brasil na cidade do Rio de Janeiro, congregou-se mais de 1 milhão de pessoas para celebrar este momento. Durante as visitas que realizamos nas dioceses, observamos como ela une as pessoas: Brancos, negros, ricos, pobres, todos em torno de uma mesma mesa. E é ai que Maria exerce sua missão: Chamar todos para estarem em Cristo Jesus. Penso que agora ela vai alimentar, ainda mais, dentro do coração do povo brasileiro, nestes 300 anos, este desejo de nos unirmos cada vez mais, para sermos uma igreja forte, uma igreja missionária, uma igreja testemunha viva do amor e da misericórdia do Pai, revelados na pessoa de Jesus Cristo’’. 

Vanessa - Agência Ox: Poderia nos deixar uma mensagem, convidando a todos para participar do Jubileu “300 anos de bênçãos”?

Padre Rodrigo Arnoso: ‘’Gostaria de convidar a todos a deixarem as suas casas no dia 12 de outubro e seguirem para a cidade de Aparecida. Não tenham medo de vir para a casa da mãe. Costumamos dizer que aqui, este Santuário, é a casa de Maria, Maria nossa mãe. E na casa da mãe, todos os filhos encontram espaço para se sentirem aconchegados. Mas se você não pode vir para Aparecida, nos acompanhe através dos nossos meios de comunicação. As paredes deste Santuário, graças a esses meios, desejam se alargar, para que todos os lares deste nosso imenso Brasil, se transformem também num Santuário. Celebremos com alegria! 300 anos de bênçãos, 300 anos de graças, 300 anos que com Maria seguimos Jesus Cristo, nosso caminhos, nossa verdade, nossa vida’’.




Galeria


Veja Também

Área restrita




Todos Direitos Reservados 2017