Eleitas as conselheiras provinciais das Pias Discípulas

Após a nomeação de Ir. Marilez Furlanetto como superiora provincial, o governo geral procedeu às consultações para a nomeação das conselheiras. O processo foi longo, devido à visita fraterna na Província Filipinas/TW/HK que desacelerou o ritmo das sessões de conselho geral. 

 

No dia em que recordamos o 70° aniversário da Aprovação pontifícia, que se deu em 12 de janeiro de 1948, tenho a alegria de comunicar que, na norma do artigo 112 da Regra de Vida, foram nomeadas as 4 Conselheiras provinciais que colaborarão no serviço de governo pelo triênio 2018-2021.

 

Nesta ordem alfabética, as conselheiras são:

 

IR. M. ANA PATRICIA REINALDO DE OLIVEIRA
IR. M. CLARINDA PIASSI
IR. M. ISABEL TONON
IR. M. SOENIA ALVES BRITO

 

Entre estas uma será escolhida para estar ao lado da Superiora provincial na qualidade de vigária. A nomeação da Secretária provincial é competência da Superiora provincial, com o consenso do seu Conselho (RV art.113). A Superiora provincial, com o consenso do seu Conselho, apresentará enfim à superiora geral a proposta da Ecônoma provincial, que, no diálogo e com atenção às necessidades da Província, receberá a nomeação para este serviço administrativo (RV art.114).

 

Agradecendo a todas pela participação responsável neste tempo de consultação e grata, especialrmente, às irmãs que aceitaram assumir a responsabilidade de governo na colaboração e no diálogo, ainda que pelo terceiro mandato consecutivo.

 

Invoco sobre todas o dom da sabedoria e da profecia para ser, onde quer que vos encontreis, uma semente de alegria e de esperança: uma semente de Evangelho.

 

Na espera de encontrar-nos em breve, vos saúdo, 

em Jesus Mestre e Senhor,

Ir. M. Micaela Monetti, Superiora geral




Galeria


Veja Também

O Documento Preparatório para o Sínodo da Amazônia, que será realizado em ...

Saiba Mais
Documento preparatório para Sínodo da Amazônia: “novos caminhos para a igreja e para uma ecologia integral”

Documento preparatório para Sínodo da Amazônia: “novos caminhos para a igreja e para uma ecologia integral”

Área restrita




Todos Direitos Reservados 2018