Papa Francisco canoniza mártires brasileiros

O Papa Francisco neste domingo (15/10), na Praça São Pedro, preside a celebração da Canonização dos Mártires brasileiros de Cunhaú e Uruaçu: André de Soveral, Ambrósio Francisco Ferro, Mateus Moreira e 27 Companheiros. Além dos nossos mártires, o Santo Padre canoniza também três Protomártires do México: Cristóvão, Antônio e João, mortos por ódio à fé, em 1527 e 1529. Na mesma cerimônia, são canonizados ainda o sacerdote espanhol, Faustino Míguez, fundador do Instituto das Filhas da Divina da Divina Pastora,  e o Frade Menor Capuchinho italiano, Ângelo de Acre.

 

Nossos Beatos Mártires André de Soveral, Ambrósio Francisco Ferro, Mateus Moreira e 27 leigos foram assassinado, em 1645, em defesa da fé católica, em Cunhaú e Uruaçu (RN).

 

Em 1645, os soldados holandeses, de religião Calvinista, ocuparam o nordeste brasileiro, levando consigo um pastor protestante para convencer os residentes a renunciarem à sua fé católica. Ao chegarem a Cunhaú (RN), onde residiam vários colonos, que trabalhavam nos canaviais, soldados e índios tapuias invadiram a Capela do Engenho de Cunhaú, durante a Missa dominical, celebrada pelo Padre André de Soveral, e os assassinaram em 16 de julho. Aterrorizados com o episódio de Cunhaú, muitos moradores de Natal pediram asilo no Forte dos Reis Magos; outros se refugiaram em lugares improvisados.

 

No dia 3 de outubro, foram levados para as margens do Rio Uruaçu, onde foram massacrados por cerca de 80 índios e soldados holandeses armados. Segundo cronistas da época, o leigo Mateus Moreira teve o coração arrancado pelas costas. Agonizante, Mateus repetia a frase “louvado seja o Santíssimo Sacramento”.

 

Com estes novos santos martirizados, invocamos a intercessão deles para todas as situações de intolerância religiosa. Acompanhamos em especial a Igreja particular presente no estado do Rio Grande do Norte pedindo por todas as situações de pobreza e miséria.




Galeria


Veja Também

  Por Dom José Reginaldo Andrietta* Texto publicado na Revista Pastoral de maio/ju ...

Saiba Mais
Ano Nacional do Laicato: revitalizar a missão do leigo e a pastoral popular

Ano Nacional do Laicato: revitalizar a missão do leigo e a pastoral popular

Fonte: Jornal O São Paulo, 12/04/2018   A Comissão Episcopal Pastoral para ...

Saiba Mais
Dom Armando Bucciol: Criatividade selvagem é prejudicial à liturgia

Dom Armando Bucciol: Criatividade selvagem é prejudicial à liturgia

Área restrita




Todos Direitos Reservados 2018