VEM AÍ O 14º INTERECLESIAL DAS CEBs

Com o tema “CEBs e os desafios no mundo urbano” e o lema “Eu ouvi os clamores do meu povo e desci para libertá-los” (Ex 3,7), o 14º Intereclesial das CEBs está às portas. O evento será sediado em Londrina (PR), entre 23 e 27 de janeiro. Delegados de todas as regiões do Brasil, de países da América e de outros lugares irão celebrar a diversidade e a beleza de viver o Evangelho de Jesus de Nazaré. Um objetivo que se apresenta é o de expressar a comunhão entre os fiéis e seus pastores.

 

Segundo o arcebispo de Londrina, dom Geremias Steinmetz, anfitrião do encontro, a temática do evento, que trata a questão da realidade urbana, é necessária e urgente e, por isso, atraiu um grande número de participantes. “Hoje já temos um percentual de mais de 80% dos brasileiros vivendo em cidades, os que nelas não habitam vivem a cultura urbana de qualquer jeito, seja através da televisão, do rádio, da internet, e isso está tomando conta do nosso país”, afirma.

 

O bispo de Tocantinópolis (TO) e referencial das Cebs, dom Giovane Pereira de Melo afirma que este é um grande encontro celebrativo. Para ele, o evento é uma grande assembleia do povo de Deus que vive nas Comunidades Eclesiais de Base e que se encontra periodicamente para celebrar a caminhada, as conquistas, a luta e o testemunho de ser presença profética nas pequenas comunidades: “É um voltar da Igreja através das Comunidades Eclesiais de Base sobre toda a realidade, os desafios de evangelizar e ser presença profética no mundo urbano”.

 

Metodologia

 

Após dois anos e meio de preparação e reflexões em torno da temática do encontro, chega o momento de aprofundar o conteúdo a partir de miniplenárias para debater os desafios do mundo urbano: serão 13. “Para que o evento transcorra da melhor forma possível, vamos reunir os delegados em 10 diferentes locais”, diz padre Dirceu Fumagalli, da Formação e Articulação das Equipes de Serviços do 14º Intereclesial das CEBs.

 

O presbítero explica que esses locais que receberão as plenárias estão sendo chamados de praças com nomes de árvores dos biomas brasileiros. “Isso ajuda a fortalecer a identidade dos participantes que vêm do Brasil inteiro”, afirma. Mandacaru, Buriti, Pequi, Umbu, Angico, Castanheira e Pau-Brasil são alguns nomes de praças que serão encontrados.

 

Fumagalli também explicou que para o bom desempenho e realização da metodologia do encontro haverá 25 equipes constituídas por pessoas solidárias às causas das comunidades eclesiais de base.

 

Acompanhe: http://www.cebsdobrasil.com.br/




Galeria


Veja Também

Evento internacional - Roma, 18-27 de maio de 2018 Desperta o mundo com a luz do Evangelho   ...

Saiba Mais
Cooperadores Paulinos de todo mundo se reúnem a Roma na comemoração dos 100 anos de fundação

Cooperadores Paulinos de todo mundo se reúnem a Roma na comemoração dos 100 anos de fundação

O início do mês de maio se faz memória litúrgica de São Jos&e ...

Saiba Mais
Mês de maio: mês de José a Maria, mês da família de Nazaré

Mês de maio: mês de José a Maria, mês da família de Nazaré

Governar significa servir. O Senhor concede graças especiais e correspondentes ao ofíc ...

Saiba Mais
Ir. M. Micaela Monetti Superiora Geral celebra seu 1º aniversário da eleição

Ir. M. Micaela Monetti Superiora Geral celebra seu 1º aniversário da eleição

Área restrita




Todos Direitos Reservados 2018