Na noite da última segunda-feira, 12/11, a Arquidiocese de Olinda e Recife iniciou a contagem regressiva para a realização do XVIII Congresso Eucarístico Nacional. Na data que demarca precisamente o espaço de dois anos para o Congresso Eucarístico Nacional de 2020, foi lançado na igreja matriz do Espinheiro, Recife, o evento, com uma solene celebração Eucarística presidida pelo arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido. O lançamento apresentou aos fiéis e religiosos a logomarca do Congresso, o Hino e a Oração oficial.

O Apostolado Litúrgico se alegra com a participação ativa nesta preparação deste Congresso Eucarístico. A logo escolhida e apresentada foi desenvolvida pelo setor de Arquitetura do Apostolado Litúrgico.

A ir. Paula Carlos de Souza estava na Celebração de abertura das preparações para o Congresso Eucarístico de 2020 e representou as Irmãs Pias Discípulas do Divino Mestre na apresentação da logo. Com o texto da Ir. Laíde Sonda, ela apresentou a logo:

“Caros Irmãos e Irmãs, hoje iniciamos a nossa jornada rumo ao XVIII Congresso Eucarístico Nacional, sediado neste chão, entre nós, em nós. O tema escolhido, “Pão em todas as mesas”, chama a nossa atenção para a finalidade última da Eucaristia: que o pão e o vinho partilhados na Ceia do Senhor, frutifiquem no “pão nosso de cada dia”, na mesa das casas, no cotidiano do povo. É com este sonho bem presente que o Congresso Eucarístico se propõe a revisitar o jeito de celebrar a Eucaristia, conforme os gestos de Jesus, e aprofundar o seu sentido à luz da sua e da nossa páscoa.
Pão e cálice lembram que a Eucaristia é “Pão que alimenta e que dá vida e Vinho que nos salva e dá coragem” oferecidos a Deus por todo povo, que unidos em um único corpo celebra o mistério pascal de Cristo, conforme nos diz o Concílio Vaticano II em seu documento sobre a Sagrada liturgia e confirmamos quando rezamos a V Oração Eucarística.
O círculo nos recorda a mesa que revela a igualdade fundamental entre os que creem. “Participando do corpo e do sangue do Senhor, a comunidade se torna um só corpo” é a prece que fazemos quando rezamos II Oração Eucarística. A Igreja, corpo místico de Cristo, ainda se manifesta no louvor e na Ação de Graças da comunidade, que de braços erguidos entoam o Cântico Novo e fazem memória da morte e ressurreição do Senhor, aqui simbolizados na cruz que se forma no detalhe do pão. A composição desses elementos, associados a intensidade da cor, nos faz recordar de que Cristo é o Sol da justiça, que nos guiará na claridade da sua luz em nossa preparação e vivência do Congresso Eucarístico.
A água, símbolo da vida, nos recorda o nosso batismo e nos conduz a fonte da vida nova que se dá em Cristo e no seu Espírito. A ponte evoca a cidade do Recife, que sedia o Congresso, e o mundo urbano, com seus desafios e anseios de justiça e Paz. Ainda nos convoca a transpormos as barreiras que nos impedem de sermos irmãos e irmãs.
O conjunto dos elementos em seu movimento que nos recorda um espiral, nos indica que a Eucaristia move a Igreja a sair de si, das zonas de conforto, para alcançar as periferias existenciais, tão lembradas pelo Papa Francisco.
Em síntese, a logomarca enfatiza a Eucaristia; ação da Igreja reunida ao redor da mesa, fazendo o que Jesus fez.
Concluindo esta apresentação, em nome de todas as Irmãs Pias Discípulas do Divino Mestre, em especial daquelas que compõe o nosso setor de criação e arte, manifesto a nossa gratidão, pela possiblidade de desenvolver e de vos apresentar a Logomarca que identificará o XVIII Congresso Eucarístico Nacional. Somos gratas!”

Continuamos nossa comunhão com toda a Igreja de Recife nesta preparação ao 18° Congresso Eucarístico Nacional.

Deixe uma resposta